Bem-aventurados os que sonham. Chama-os Deus poetas.*

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

TROVA-LEGENDA TREM



Que momento fascinante:
– amar no trem, e depois
ir ao vagão-restaurante
sonhar num jantar a dois!...
A. A. de Assis – Maringá/PR

Esse é o trem de minha vida!
Passou rápido e fugaz
na tresloucada corrida
dos meus tempos de rapaz.
Adamo Pasquarelli – São José dos Campos/SP


Com saudade bem vivida
do encanto que o mundo tinha,
o trem de ferro, sem vida,
faz tempo saiu da linha.
Agostinho Rodrigues – Campos/RJ

Olho esse trem com saudade
de um tempo que não vem mais,
quando vim para a cidade,
deixando a casa dos pais!
Alberto Paco – Maringá/PR

Quando o trem devagarzinho...
traz as lembranças de alguém -
as flores - cantam baixinho
e eu aqui... canto também!!!
Ana Maria Guerrize Gouveia – Santos/SP

Velho trem me faz lembrar
os meus tempos de menino,
em que eu me punha a cismar
qual seria o meu destino...
Amilton M. Monteiro – São José dos Campos/SP

Quando eu lembro e se avantaja
minha vida de criança,
só a saudade viaja
nos trens da minha lembrança...
Angelica Villela Santos - Taubaté/SP

Quem não se rende ao fracasso
e nem se abate ante as dores,
transforma os seus trilhos de aço
em passarelas de flores.
Antonio Juraci Siqueira – Belém/PA

Nascer é pegar um trem,
sem avisar onde vai;
todos vão nele também,
ninguém diz sequer um ai.
Antonio Cabral Filho – Jacarepaguá/RJ

Esse trenzinho charmoso
passa aqui passa acolá;
das flores é tão famoso
que só quer passar por lá.
Ari Santos de Campos - Itajaí/SC

Parte o  trem... e o rouco apito,
que ao longe impetuoso solta,
nos lembra o angustiado grito
de um adeus...que não tem volta!
Carolina Ramos – Santos/SP

Aquelas  flores  vermelhas,
perfumando  o  trem  que  passa,
fazem  brilhar  as  centelhas
dessa  "Maria  Fumaça" !
Colavite Filho – Santos/SP

Desliza o trem; vai fogoso
pelas estações da vida ...
Mas, no apito estrepitoso
desnuda minha ferida ...
Cristina Cacossi - Bragança Pta./SP

Nos vagões de um mesmo Trem,
por sobre trilhos em flor,
sou peregrina do além,
sou mensageira do Amor!
Dáguima Verônica – Santa Juliana/MG

Ao deixar a plataforma,
o trem frustra o meu anseio:
- A desilusão me informa
que esperei por quem não veio...
Darly O. Barros – São Paulo/SP

Em meio a flores lilases,
segue o trem em disparada!
Ó lembrança, tu me trazes
a minha infância. Mais nada!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Nunca mais o trem passou,
mas ouço-lhe ainda o apito...
O silêncio eternizou
a saudade do seu grito.
Dorothy Jansson Moretti – Sorocaba/SP

Aí vem o trem sonhador,
correndo ao sabor das flores...
Deixou para traz a dor
e vem em busca de amores!
Edite Rocha Capelo – Santos/SP

Nos trilhos vou sem temor
e com fé me determino;
sou trem nos campos em flor
em busca do meu destino.
Eliana Jimenez – Balneário Camboriú/SC

Por sobre a serra florida,
segue o comboio a cantar;
cadência que a gente olvida,
na pressa, só de chegar...
Elisabete Aguiar - Mangualde/Portugal

Correndo entre paralelas
de aço, o trem foi a glória
para quem hoje vê nelas
apenas traços... da história!
Ercy Maria Marques de Faria - Bauru/SP

Lá vem o trem...Que beleza!
É o progresso que se aquece!
Fica o trem da natureza,
que move o mundo, parece.
Flávio Stefani – Porto Alegre/RS

Lá vai o trem com seu brilho
para a estação primavera ...
as flores fazem seu trilho ...
ser passageiro eu quisera!
Francisco José Pessoa – Fortaleza/CE

Tuque-tuque, tuque-tuque,
faz o trem do coração.
Dispara feito um batuque
ao te ver, minha paixão!
Geraldo Trombin – Americana/SP

Vem chegando o trem de ferro
entre os canteiros floridos.
Nele, você, se eu não erro,
vem por fim aos meus gemidos.
Gilson Faustino Maia - Petrópolis-RJ

O trem passando entre flores,
vai a infância recordando,
pai e mãe:  os meus amores...
e nós todos, viajando...
Gislaine Canales – Porto Alegre/RS

Do trem, a vista florida
logo foi me surpreendendo;
se assim olharmos a vida,
de sonhos vamos vivendo!
Glória Tabet Marson – S. J. dos Campos/ SP

Alegria na viagem
deste trem tão barulhento
que nos mostra, de passagem,
flores colorindo o vento!
Janske Niemann – Curitiba-PR

Os meus sonhos de menino,
cheios de esperança e cores,
os leva o trem do destino,
nos trilhos, por entre flores.
Jessé Nascimento - Angra dos Reis/RJ

Flores... maria-fumaça...
Estação de bela estância
onde a  saudade me abraça
aos meus bons tempos de infância !
João Batista Xavier Oliveira – Bauru/SP

Foi num trem que eu embarquei
todas minhas esperanças.
Triste decisão tomei...
são hoje apenas lembranças.
José Feldman - Maringá/PR

A mulher muito certinha
que jamais na vida errou,
ela andou tanto na linha
veio o trem e atropelou.
José Sátiro - RN

Em todas minhas passagens
por terras, águas ou trilhos,
Deus, sempre, adorna as paisagens
de flores, de sóis, de brilhos!
Lisete Johnson – Porto Alegre/RS

Nesse mágico tapete,
de um lilás bem colorido,
todo o dia o trem repete,
esse trajeto florido!
Lora Saliba – São José dos Campos/SP

Trem partindo...vou feliz,
pois eu vejo, da janela,
flores de vário matiz
e o belo sorriso dela !
Luiz Carlos Abritta – Belo Horizonte/MG

Trem de ferro; que saudade!
Entre flores – primavera –
lembra a nossa mocidade,
passeando na quimera.
Luiz Moraes – São José dos Campos - SP

Sin prisa el tren de la vida
surca distancias de amor
por ruta tan colorida
siendo Dios el conductor.
Maria Cristina Fervier – Argentina

Quantas flores... Que beleza!
Junto à linha deste trem...
É por certo a natureza
saudando quem vai e vem!
Maryland Faillace – Santos/SP

Seja em estrada de ferro,
seja em estrada florida,
posso dizer e não erro:
-assim vai o trem da vida!
Marina Valente - Bragança Paulista/SP

Velho trem ... a que distância
foram teus trilhos plantados?
- És recordação de infância...
vagões de sonhos... recheados!
Mercedes Lisbôa Sutilo – Santos/SP

Nós somos todos um TREM
carregado de ancestrais...
Temos que seguir além
mesmo entre flores e ais!...
Myrthes Masiero – São José dos Campos/SP

Este trem  lembra um passeio,
que em Garibaldi eu fazia;
brindei e dancei, sem freio,
colhi flores da alegria!
Nadir Giovanelli - São José dos Campos /SP

Que bom seria passear
nesse trem da primavera,
no fim da linha, ao chegar
ter você à minha espera!...
Nair Lopes Rodrigues – Santos/SP

Levando, em cada vidraça,
sonhos reais, à distância,
lá vai "Maria Fumaça"...
Memórias da minha infância!
Nei Garcez - Curitiba/PR

Lá vai maria-fumaça,
puxando muitos vagões,
levando, com garbo e graça,
um cabedal de ilusões!
Octávio Caumo Serrano – João Pessoa/PB

Quisera, no trem da vida,
percorrer o meu caminho
em passarela florida
de paz, amor e carinho.
Olympio Coutinho – Belo Horizonte/MG

Viagem bela e florida
leva o ser, logo, a sentir
a paisagem colorida
que enfeita o seu existir.
Olga Maria Dias Ferreira – Pelotas/RS

Muitas cores no caminho
entre pedras e o dormente,
onde as flores fazem ninho
para o trem passar contente.
Paulo Walbach Prestes – Curitiba/PR

Sobre um tapete de flores
desliza o trem da saudade,
levando a bordo os amores
que vivi na mocidade!
Renato Alves - Rio de Janeiro/RJ

I...PIU, I... batendo sino
ia o trem no seu embalo.
Fosse qual fosse o destino,
havia alguém a esperá-lo.
Ruth Farah Nacif Lutterback - Cantagalo/RJ

Muito longe o trem apita,
na estação o povo vem;
No alvoroço um moço grita:
- Trem "evém"! O trem "evém"!
Secel Barcos – Cambridge/Canadá

A parada deste trem
será na estação da flor.
Lá não desce mais ninguém,
a não ser o meu amor.
Silvana Caúmo - São Paulo/SP

A serra o trem vem descendo,
por entre as flores do monte;
tanta gente vem trazendo,
a buscar novo horizonte.
Sonia Regina Rocha Rodrigues - Santos / SP

Há, no caminho onde passa,
azaleias multicores...
e com que fascínio e graça,
o trem desfila entre as flores!
Therezinha Brisolla – São Paulo/SP

O trem, na sua partida,
leva o sonho... e por maldade,
volta trazendo escondida
a bandida da saudade!
Vanda Alves da Silva – Curitiba/PR

Se posso não troco o trem
por viagem de avião,
minha idade já não tem,
a pressa que outros terão.
Victor Batista – Barreiro/Portugal

Meu pai... Lembrança se aviva...
Primeiro de maio: festa!...
No trem... A locomotiva...
Quanta saudade me resta!...

Wagner Marques Lopes - Pedro Leopoldo/MG

  
Vídeo:

Um comentário:

  1. Lá vem o trenzinho...
    Traz consigo poesia
    margeando o rio
    Andréa Motta

    ResponderExcluir